sábado, 1 de agosto de 2009

Curso de ciências para surdos
29/7/2009

Agência FAPESP – A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) inaugura nesta quarta-feira (29/7) o primeiro Curso de Extensão em Biociências para Surdos. O curso será oferecido a sete jovens do ensino médio, com um monitor surdo, terá aulas diárias e duração de um ano.
Segundo a UFRJ, ao fim do período poderá ser transformado oficialmente em curso de nível médio profissionalizante. Além disso, também será oferecido um curso de formação continuada (especialização em biociências e física) para intérpretes da língua brasileira de sinais (Libras). A iniciativa é uma parceria do Instituto de Bioquímica Médica (IBqM/UFRJ) com o Instituto Nacional de Ensino de Surdos (Ines).

O projeto busca oferecer ao jovem surdo a possibilidade de se integrar aos avanços da ciência e tecnologia de forma crítica e desenvolver o pensamento científico.

A ideia começou em 2005, quando a pesquisadora Vivian Rumjanek, do IBqM, criou um curso experimental de curta duração (uma semana) em biociências para alunos surdos. O modelo foi inspirado na experiência desenvolvida há décadas pelo instituto com alunos ouvintes, no qual eles respondem às próprias dúvidas por meio de experimentos científicos, guiados por monitores.
Até hoje, foram realizados sete desses cursos, que atenderam a cerca de 120 alunos do ensino médio, com o estágio de oito deles em laboratório de pesquisa.

O curso será inaugurado com evento das 9h às 15h15, na Ilha do Fundão, prédio do Centro de Ciências da Saúde, Auditório Leopoldo de Meis.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...